Make your own free website on Tripod.com
Helicópteros RC
É pretendido que esta pagina demonstre um resumo dos fatores essenciais inter-relacionados envolvidos no vôo, o sistema de direção e o sistema de controle do helicóptero. Um conhecimento destes fatores é valioso para a compreensão das mecânicas e os problemas do modelo de helicóptero .


Da aeronave de asa fixa para o helicóptero.

Uma aeronave de asa fixa ortodoxa, como é bem conhecido, requer uma certa velocidade para voar. Este movimento é provido por um propulsor, ou outra fonte de tração. A velocidade dianteira produz um fluxo de ar sobre as superfícies e a sustentação aparece podendo manter a aeronave no ar. O sistema de superfícies de estabilização de uma aeronave de asa fixa também precisa de uma certa velocidade dianteira e o fluxo resultante de ar para funcionar.
O helicóptero opera em um princípio diferente. Esta máquina voadora não precisa de velocidade à frente; a esta aeronave pode ser permitido permanecer imóvel. Em contraste com a aeronave de asa fixa , com sua rigidez de asas montada à fuselagem, as asas de helicóptero são rotativas e podem girar como um propulsor grande. O motivo do motor da máquina é usado, não para mover a aeronave inteira, adiante, mas para girar as superfícies voadoras ativamente. Conseqüentemente o termo ' aeronave' de asa rotativa. A rotação rápida das superfícies voadoras produz um fluxo de ar em cima deles, e a forma aerodinâmica sobre provê uma força de levantamento que é capaz de elevar o helicóptero.
O helicóptero pode pairar num ponto então, sem mover adiante. .
O sistema giratório inteiro que revolve em um eixo comum é chamado de rotor do helicóptero, e as superfícies de levantamento são conhecidas como lâminas de rotor.
Há helicópteros com um ou mais rotores, e rotores com dois ou mais lâminas de rotor.

Principais eixos e movimentos de rotação

Perfil de rotor mais comum.

Simplificação do passo coletivo.Este sistema de pás de rotor não são rigidamente fixas ao topo do rotor e tem um ângulo de incidência pré-determinado.

Treinamento de manobras

Manobras acrobáticas básicas e simples para praticar.

Estas são as manobras básicas para o início do treinamento de voo em helicópteros.As últimas 15 figuras são treinamento mais avançado.

Cédula de manobras para o campeonato Canadense /1995

Os cálculos mais importantes.

1)Área do disco do rotor F:(m²) ........F=D² x pi/4

D= diametro do rotor em m , e , pi= 3.14

2)Carga do disco do rotor R: R=G/F

G= peso do modelo em Kp e F=area do disco do rotor em m².

3)Densidade da área: C=Z x f¹ x 100/F

Z=numero de pás do rotor

f¹=área das pás dorotor em m²

F=átrea do disco do rotor em m²

4)Carga da pá B:(Kp./m²): B=G/z x f¹

G=peso do modelo em Kp

z=número de pás do rotor

f¹=área de uma pá do rotor em m²

5)Velocidade periférica V: V=2 x r x 3.14 x n/60

r=distância do ponto de rotação no eixo em m

n=velocidade do rotor em R.P.M.

6)Força centrífuga P (Kp): P=G x Vs²/9.81 x rs

G=peso da pá em Kp

Rs =distancia do centro de graviodade da pá ao eixo de rotação em m

Vs = velocidade periférica do centro de gravidade da pá em m/seg.

7) Power-weight ratio: L=N/G (BHP/Kp)

N=força do motor em BHP

G= Peso de voo em Kp

.................................................................................